sexta-feira, 14 de janeiro de 2011

Tudo

Volto aos fragmentos
Já não tenho mais
o que juntar pra ser inteira. Uma.

Rasgo as páginas de um livro
qualquer
Que não quero nem ver
quem escreveu

Rasgo minhas próprias palavras
entrecortadas
num espelho quebrado.

tudo está aos pedaços.

Volto aonde tudo começou
E voltarei, voltarei sempre.

Estão aí os pedacinhos
do tudo, do nada
que te prometi.

Nenhum comentário: