terça-feira, 29 de março de 2011

Vi

Enfim, ligo a televisão pra parar de pensar.
É um anestésico.
Sem sentir, eu durmo sem sonhos.
Penso, porém não existo, não vivo, não me vejo
quando olho no espelho do banheiro.
Qual a cor dos meus olhos?

Nenhum comentário: