sexta-feira, 1 de julho de 2011

Sinceramente

Não me desafie.
Não me culpe.
Não me puna.
Não me diga o que devo.
Não me diga o que posso.
Não me tire a coragem.
Não me chame de covarde.
Não me diga mais nada.

Acho que não devo. Acho que não posso. Acho que não me permito.

Eu já me desafio a todo momento.
Eu já me culpo demais.
Eu já me sinto mal demais.
Eu já sei que sou cruel.
Eu já me puno.
Eu já me cobro o que fazer.
Eu já me digo o que posso.
Eu já me limito.
Eu já me acho covarde.
Eu já me digo coisas demais.
Já sou cruel comigo mesma, não preciso de mais alguém.

Tenho certeza de que não devo.
Tenho certeza de que não posso.
Tenho certeza de que não me permito.

E tenho certeza dos meus erros.

Tenho certeza de que me reprimo.

Nenhum comentário: