sexta-feira, 14 de outubro de 2011

Silêncio

Dois olhos vermelhos
fitam
minha dor.

Zelam pela minha alma
na escuridão
dos dias inúteis.

Já não ligo a televisão.

Nenhum comentário: