quarta-feira, 21 de dezembro de 2011

Três cristais

Descrevendo circunstâncias de vida
que não importam mais...
Dizendo que nada que fiz
realmente importou...
Guardado no peito,
cativo... Em um dia, tudo se modificou:
tem um hematoma no meu coração...

E há na minha frente, um quadro rabiscado,
uma mulher contemplativa ao meu lado
que sorri para o vento abafado lá de fora.
Estamos dentro de um aquário de ar-condicionado.

Implorei. Mil vezes, implorei. E me sacrifiquei.
O sol queimou todos os brotos do nosso amor,
você não cuidou de nada. Abandonou-me...
Minhas sandálias arrebentadas me obrigam a andar
descalça... Minhas roupas me deixam mais nua
do que minhas ideias.

Ocorreu um erro. Dois ou mais. Quinze?
Meus olhos de passarinho estão destreinados
para a guerra...
Perco cada segundo tentando te compreender...
Perco cada segundo tentando não morrer...
E desde quando tudo está assim?
Desde quando você ficou assim?

Os milhões de papéis que não me descrevem:
brancos, humildemente planando
sobre os prédios sem fim da cidade
minha, interna, interior... Perdida.
Manchas nos olhos... cargas d'água do olhar...
Fluem por entre transbordos de cachoeiras,
fluem dinamicamente por transportar cristais...

Respiro, inspiro, transpiro, piro.

Fluem fluídas flores
florindo, haurindo, cada pedaço de mim...

6 comentários:

Ella ABp disse...

"Estamos dentro de um aquário de ar-condicionado." Parece a sala dos CA's rsrs

Para de perder cada segundo tentando compreender algo que deverias esquecer, Mari...
Um dia, tocar-te-á de que não deves...
E assim, encontrarás quem já deverias ter encontrado há muito tempo...
Um beijo e melhoras para tua mente e teu coração.

Mariana Figueiredo disse...

Mas é a sala dos CAs, minha querida...

Um forte abraço e obrigada pela visita maravilhosa aqui no "Galpões".
Obrigada também pela companhia hoje. Adorei bater papo contigo.

Mari

Carolina da Hora disse...

Meu Deus, Figueiredo, como consegue transcrever desta forma???

Triste, todavia maravilhoso!

Naaman disse...

Figueiredo??????????!!!!!!!!!!!!!!!!

Mariana Figueiredo disse...

É, pai. Ela me chama de Figueiredo.rs
Não é você.


Um beijo.
Mari

Carolina da Hora disse...

Xiiii, tem que ser Belize? Ou só pode ser Mariana?! Digam-me! rsrs