terça-feira, 21 de fevereiro de 2012

Inútil

A lua de Van Gogh
cortou a orelha e desapareceu.
O mundo desistiu
e acabou.
O sol virou um comedor de batatas.
Mozart encheu-se de fazer música
e foi dormir.

E eu escrevo palavras.
Sem pensar.

Nenhum comentário: