segunda-feira, 20 de fevereiro de 2012

Jiboia

Paredes caiadas
mofadas caindo pedaços
por dentro de mim.

Estátuas empoeiradas
sufocando,
papeis rasgados pelo chão
escorregando...

Pingos de suor na poeira.

Um cais longe
Uma canoa vai
O boto desliza
A tarde cai

Iara não canta.
O sol não entardece.

Nenhum comentário: