terça-feira, 1 de setembro de 2015

ego

amanhã o verso será pavio
mudo obscuro hermético
uno. vou amar-te até o entardecer
depois. e Mariana?
mais nada.
/belize/

Nenhum comentário: