domingo, 4 de outubro de 2015

Cézanne

procurei nos versos
a cama na qual
lágrimas descansem
sem perturbação
nem hipocrisia

Nenhum comentário: