sábado, 31 de outubro de 2015

duas vezes

na primeira vez
eu estava enlouquecida
pelo palíndromo
você estava calmo
não sei como
estava calmo
ainda não entendo essa calmaria

perguntei, respondeu
respondeu, respondeu
perguntei, perguntei, perguntei

acordei
e eu era o grito guardado
no abismo olhando a parede
do quarto

na segunda vez
eu, calma; a agitação era sua.
algo novo
era água
água de chuva, de rio, de cachoeira
uma lagoa
três oceanos inteiros
saindo da música
caindo em mim

eu, flor de lótus,
ali estava e
acordei

Nenhum comentário: