segunda-feira, 14 de dezembro de 2015

Os sapos

Palavras não ditas
silêncios acumulados
em gritos engolidos:
sapos na laringe.

Venenosos. Sangram a garganta.
Ferem tua música.
E tu, aos prantos, perdoa-lhes
o mal jeito.