segunda-feira, 14 de dezembro de 2015

Pantera

teus olhos me assombram
como se lessem para mim
os versos obscuros
de augusto dos anjos.