sexta-feira, 18 de novembro de 2016

sou a gota d'água que fugiu
de saciar tua cilada
de curar tua ferida
de lavar a tua alma.
sou aquela que saiu
da própria estrada
subiu montanha
e quebrou pedra.
sou aquela que traiu
o próprio desejo
e resistiu
ao teu encanto:
a gota da lágrima
que passou pela tua
garganta
e esqueceu que nasceu
de você.
Mariana Belize

Nenhum comentário: