sábado, 13 de maio de 2017

Goethe

vou encomendar um bildungsroman
para meu sangue aristocrático tremer
entre tanta verdade vazia
e tanta tinta tecida

vou encomendar um poema do velho
que adora garotinhas branquíssimas
de sangue azul

vou encomendar o cadáver do velho
já que ele mesmo não quis se encomendar
vou dizer... se aposenta, caralho
e morre logo... o mundo não aguenta mais sua presença

vou encomendar uma guilhotina
e matar a rainha aqui no meu jardim
acordar às seis para acompanhar
o sangue esgarçando o capim às sete

e o sorriso do meu amigo
o coveiro
quando a cabeça que rolar pelas roseiras

for a minha.

Mariana Belize

Nenhum comentário: