sexta-feira, 19 de maio de 2017

O livro que não vou entregar

Conta uma história singela
nada medíocre
Sem dotes de contos de fadas
nem heranças de epopeia

Conta de guerras interiores e batalhas
lendárias
Nunca datadas, sem nomes de inimigos

Conta de mulheres e homens
figuras de força e fé
Mas descreve, principalmente,
os olhos das crianças,
os sonhos dos bichos,
narrativas de viajantes,
cantigas gitanas,
moedas de exus...

Conta sobre as almas alegres dos outros mundos,
sacis, peixes elétricos,
sereias de cabelos coloridos e princesas turcas
enamoradas...
Mas sem nenhuma lorota burguesa.

O livro, definitivo, ainda está sendo escrito
mas não é por isso que não será entregue.
O livro que não vou entregar
não vou entregar porque não quero.

O livro, grande livro, é meu coração...

Mariana Belize

Nenhum comentário: